Pronomes relativos - aula 2

14 abril 2009

Os pronomes relativos representam um nome que já foi citado anteriormente no texto e com ele se relacionam.

Os principais pronomes relativos são: o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas (variáveis); quem, que e onde (invariáveis).


Exemplo 1: Tenho uma coisa que vai assustar vocês.
O pronome relativo é o "que", e ele se refere à palavra coisa.
Para visualizar melhor e para recuperar mais facilmente o termo a que o pronome relativo se refere, podemos desmembrar esse período, ficando assim:
a) Tenho uma coisa. b) Essa coisa vai assustar vocês. = c) Tenho uma coisa que vai assustar vocês.
Nesse caso, da mesma forma que “essa coisa” tem a função sintática de sujeito da oração, o “que” também é sujeito.

Exemplo 2: Raul mora numa pensão na Asa Sul, onde divide quarto com Tales.
Para recuperar o termo a que se refere o pronome relativo “onde”, podemos desmembrar esse período da seguinte forma: a) Raul mora numa pensão na Asa Sul. b) Raul divide quarto com Tales na Asa Sul.
Nesse exemplo, “na Asa Sul” é adjunto adverbial de lugar e, portanto, o pronome relativo “onde” também o é.

* “Onde” e “aonde” são usados somente para indicar lugar e sua função sintática SEMPRE é a de adjunto adverbial de lugar.

Exemplo 3: A cidade /aonde vou/ é longe.
Desmembramos esse período em: a) A cidade é longe. b) Vou à cidade.
Assim, recuperamos o termo a que o “aonde” se refere, que é cidade (b), e facilitamos a análise sintática desse pronome relativo – adjunto adverbial de lugar.

* O “aonde” é usado com verbos que indicam movimento, como ir, chegar, levar etc.

Exemplo 4: O programa /que quero ver/ é este.
Temos então: a) O programa é este. b) Quero ver o programa.
Dessa forma, podemos perceber que o “que” é objeto direto assim como “o programa”, que é o termo ao qual o pronome relativo se refere.

Exemplo 5: O garoto /do qual gosto/ está doente.
a) O garoto está doente. b) Gosto do garoto.
Função sintática “do garoto” = função sintática “do qual” = objeto indireto.

Exemplo 6: O livro, cuja capa rasgou, é o meu preferido. → a) O livro é o meu preferido. b) A capa do livro rasgou. → cuja = do livro (indica posse) = adjunto adnominal.

Exemplo 7: Os alunos, cujas notas foram baixas, devem estudar mais. → a) Os alunos devem estudar mais. b) As notas dos alunos foram baixas. → cujas = dos alunos (indica posse) = adjunto adnominal.

* O pronome relativo cujo/cuja(s) é um pronome especial, pois liga dois termos, estabelecendo entre eles uma relação de posse: algo possuído (consequente) ligado a um possuidor (antecedente).
Esse pronome relativo concorda em gênero e número com seu consequente. No exemplo 6, o termo que vem depois de "cuja" é capa, palavra feminina e singular, por isso, "cuja" também o é. Já no exemplo 7, o termo consequente de "cujas" é "notas", palavra feminina e plural, com a qual o pronome relativo concorda.
A função sintática desse pronome relativo pode ser a de adjunto adnominal (como nos exemplos 6 e 7) ou a de complemento nominal.

9 comentários:

Anônimo disse...

Poxa... Muito explicativo. Muitíssimo obrigado. Agora consegui entender uma questão de concurso. bj!

Ulysses. (CE)

hugo disse...

A explicação é ótima,mas eu descobri que não dar eu sou ruim mesmo em português.
(mas):usei a vírgula antes de expressões explicativas.
Não repara os erros ortográficos,pois escrevo mal mesmo.
mal=bem
mau=bom

Anônimo disse...

Muito obrigada,adorei a explicação

Anônimo disse...

eu vô fazer uma explicação da escola e não sabia nada.. aprendi td! !!gostei muito da explicação bj

Mayara disse...

Poxa gosteiiii MUITO fazer uma prova AMANHÃ eu não estava entendendo.
Muito OBG

Rebeka de Lys :* disse...

AA, MTOO OBRIGADA ! nossa, qer ser minha professsora ?rs. beijos ;*

Matheus disse...

FALTOU EXPLICAR COMPLEMENTO NOMINAL E VOCÊ TAMBÉM PODERIA DAR A INTRODUÇÃO DE CADA UM, ANTES DE DAR O EXEMPLO, FORA ISSO ESTÁ TUDO PERFEITO

Grato.

stefany disse...

poxxa é legal msm estudar essas coisas já tô ficando craque só preciso de um pouco mais de prática vou fazer uma prova hj e estou indo em tudo quanto é site pedir explicação mas esse blog me ajudou muito OBRIGADA..........

Anônimo disse...

Professora, em "O livro, cuja capa rasgou, é o meu preferido." não deveria de ser sem a virgula?